Universidades asseguram parcela de reajuste docente

A última parcela do reajuste salarial docente correspondente à equiparação com o piso salarial da categoria dos agentes universitários está assegurada aos professores das universidades estaduais paranaenses. O pagamento será no final de outubro. Gestões políticas e administrativas nesta semana do secretário João Carlos Gomes (titular da Seti), dos sete reitores e da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp) garantiram o cumprimento do acordo junto ao Governo do Estado.

O reajuste de 7,14% é fruto de uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa em agosto de 2012, que concedia aumento total de 31,73%, aplicado em quatro parcelas anuais. Em 2015, portanto, será repassada a última parte do reajuste. “Tivemos reuniões decisivas na Seti, na Casa Civil e com o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Cláudio Romanelli”, relata o professor Aldo Nelson Bona, reitor da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) e presidente da Apiesp. Esse percentual vem acompanhado do índice correspondente à data-base dos servidores públicos, também programada para este mês.

Na sequência dos encontrados apontados pelo professor Aldo, uma reunião entre João Carlos e o governador Beto Richa serviu para confirmar que o pagamento ocorrerá na folha de outubro, cumprindo assim o compromisso firmado em lei. Cerca de 7,5 mil docentes que atuam na UEM, UEL, UEPG, Unespar, Uenp, Unicentro e Unioeste serão contemplados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *